HG PROMOVE 9º ENCONTRO DE HUMANIZAÇÃO    |     O HOSPITAL SÃO PEREGRINO LAZZIOZI (HCSPL) É O 9º HOSPITAL DO ESTADO A SE TORNAR CERTIFICADO PELA ONA (ORGANIZAÇÃO NACIONAL DE ACREDITAÇÃO).    |     DIRETORIA HOSPISERRA 2016/2018    |    
Notícias
 
Ministério da Saúde aprimora oferta de medicamento para câncer no SUS
A partir do próximo dia 1º, os hospitais que atendem a pacientes com câncer pelo Sistema Único de Saúde passarão a receber estoques periódicos do medicamento Glivec, indicado para o tratamento de Leucemia Mielóide Crônica (LCM). A centralização da compra deste medicamento pelo Ministério da Saúde consta da Portaria 90, publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16). A medida beneficiará diretamente 7,7 mil pessoas que atualmente fazem uso do Glivec no Brasil, ampliando e melhorando a assistência oncológica no SUS.

A portaria dá cumprimento ao acordo estabelecido ano passado entre o Ministério da Saúde e o Laboratório Novartis, que fabrica o Glivec. Um dos termos da medida foi a centralização da compra do medicamento pelo governo federal que, ao adquirir o Glivec em grande escala, obteve uma redução significativa no preço do medicamento (de mais de 50%) e, com isso, terá uma economia de aproximadamente R$ 400 milhões no decorrer do período do acordo (de 2010 a 2012).

"Ao negociarmos diretamente com o laboratório produtor, estamos comprando melhor, dispondo de mais recursos para ampliar o acesso e aprimorando a assistência aos pacientes que utilizam o Glivec, com o atendimento pela rede hospitalar oncológica garantido”, explica a coordenadora de Média e Alta Complexidade do Ministério da Saúde, Maria Inez Gadelha.

Pelo acordo firmado com a Novartis, os medicamentos adquiridos pelo Ministério da Saúde serão distribuídos pelo próprio laboratório às secretarias estaduais de saúde. Elas, por sua vez, ficarão responsáveis pelo abastecimento dos respectivos hospitais oncológicos.

INVESTIMENTO – No decorrer de 12 meses (a contar do próximo dia 1º), a rede hospitalar contará com 9,3 milhões de comprimidos de Glivec (ou Mesilato de Imatinibe) nas dosagens de 100mg e 400mg. Este quantitativo é superior ao volume de 8,5 milhões de comprimidos do medicamento que, segundo os hospitais oncológicos habilitados ao SUS, foram administrados em 2010.

Atualmente, a compra e o fornecimento do Glivec e dos demais medicamentos para o tratamento de câncer são feitos pelas unidades hospitalares que, após prestarem a assistência aos pacientes, têm os procedimentos (medicamentos + atendimento) pagos pelo Sistema Único de Saúde.

Para a aquisição centralizada dos 9,3 milhões de comprimidos de Glivec, o Ministério da Saúde investiu R$ 192 milhões. Pelo acordo estabelecido com o Laboratório Novartis, o preço de cada comprimido do medicamento nas dosagens de 100mg e 400mg ficou, respectivamente, R$ 20,60 e R$ 82,40. Em média, os hospitais pagam R$ 42,50 e R$ 170 pelas dosagens de 100mg e 400mg do Glivec, respectivamente.

Além de passar a garantir o medicamento aos hospitais oncológicos, o governo federal continuará repassando às unidades de saúde mais de R$ 1 milhão por ano. Os recursos são relativos ao atendimentos prestado aos pacientes.

DISTRIBUIÇÃO – Os primeiros quantitativos de Glivec adquiridos de forma centralizada pelo Ministério da Saúde já começam, esta semana, a ser entregues pelo Laboratório Novartis às secretarias estaduais de saúde. Ao longo dos próximos 12 meses, estão programadas sete remessas do medicamento aos Estados.

RESPONSABILIDADES – Com exceção do Glivec – cuja aquisição passa a ser centralizada pelo Ministério da Saúde a partir do próximo dia 1º – o fornecimento dos demais medicamentos aos pacientes com câncer atendidos pelo SUS é uma atribuição dos próprios hospitais oncológicos. Nestes casos, a responsabilidade do Ministério da Saúde vai além: o governo federal financia os hospitais do SUS, públicos e credenciados, para a assistência aos pacientes de forma integral (paga o tratamento completo, incluindo os medicamentos).

No segundo semestre do ano passado, o Ministério da Saúde liberou R$ 412,7 milhões para serem investidos na reestruturação da assistência oncológica no SUS, quando também foram incluídos nove novos procedimentos para o tratamento de diferentes cânceres – inclusive o tratamento com o medicamento Rituximabe. Este pacote de medidas também ampliou, em até 10 vezes, o valor pago a 66 procedimentos que já eram realizados no Sistema Único de Saúde.

Paralelamente a esse esforço, o Ministério da Saúde vem adotando a política de “comprar melhor” – como ocorreu em relação ao Glivec – para, a partir da economia obtida, atender a uma maior quantidade de pessoas e com a melhor assistência possível.

Outro exemplo desse esforço foi o acordo estabelecido, também no ano passado, com o Laboratório Roche – único fabricante mundial Rituximabe (ou Mabthera) – para a redução de 40% dos gastos do governo com esse medicamento. A medida resultará em uma economia de R$ 100 milhões até o próximo ano.

É importante observar que o Rituximabe – assim como qualquer outro medicamento – deve ser prescrito e administrado para os casos em que o uso do medicamento é respaldado em evidências que demonstrem bons resultados no tratamento da doença.

Fonte: Renata H. Ghiggi - Relações Públicas HOSPISERRA
 
 
HG PROMOVE 9º ENCONTRO DE HUMANIZAÇÃO
O Grupo de Trabalho de Humanização do Hospital Geral de Caxias do Sul promoverá na sexta-feira, dia 4 de novembro, a 9ª edição do Encontro de Humaniza...
O Hospital São Peregrino Lazziozi (HCSPL) é o 9º Hospital do Estado a se tornar certificado pela ONA (Organização Nacional de Acreditação).
O Hospital São Peregrino Lazziozi (HCSPL) é o 9º Hospital do Estado a se tornar certificado pela ONA (Organização Nacional de Acreditação). A conquist...
CURSO DE FATURAMENTO HOSPITALAR
Curso de Faturamento Hospitalar Internação e Ambulatório e demais serviços que compõe o sistema, pela equipe da B&C Consultoria Data: 16/09/2016 Sal...
Diretoria Hospiserra 2016/2018
Eleição e Posse da Diretoria Hospiserra 2016/2018...
E-mail:
Senha:
Login:
Senha:
Lembrar senha?
Notícias Galeria de Fotos Agenda Links Faça Parte Fale conosco
Fone: (54) 3231.7000 | contato@hospiserra.com.br
Incluir em Favoritos 2017 - Hospiserra WebDe Tecnologia